Notícias   



Plano de emergência estipula consumo diário de 70 litros por pessoa no semiárido piauiense

Aumentar o texto: A- | A+
Relatório com prioridades para racionamento de água deve atingir 3.040 moradores de 40 municípios piauienses.

O governo do estado definiu as prioridades para o racionamento de água no semiárido piauiense, onde as barragens secaram com a falta de chuvas regulares. O plano de emergência elaborado durante reunião nessa terça-feira (6) servirá de apoio para o decreto de emergência, que deve ser assinado na próxima semana.
Segundo o secretário da Defesa Civil, Hélio Isaías, as chuvas no semiárido do estado ficou abaixo da média este ano e não foi possível recarregar os reservatórios. Ao contrário das regiões da grande Teresina, Norte, Médio-Parnaíba e Cerrados, onde as chuvas foram em grande abundância.
"A preocupação do governo do estado iniciou no primeiro semestre, devido à redução do volume de chuvas. Em alguns municípios vamos precisar fazer a contenção, um trabalho muito forte com a população para uma redução do consumo de água na região. Segundo a Organização Mundial, uma pessoa gasta em média 120 litros de água por dia, através do decreto queremos estipular o consumo para 70 litros", explicou o secretário.
Outra medida do plano de emergência foi o desligamento em alguns turnos das bombas das barragens de Piaus, Estreito, Barreiras e Petrônio Portela, onde com o volume de água está escasso. Além da instalação de hidrômetros nas casas, perfuração de novos poços e busca de novos mananciais.
"Estamos na fase final do inverno, não vamos mais ter chuvas e a previsão é agravar a situação. Vamos trabalhar a questão do racionamento em 40 municípios e 3.040 moradores devem ser atingidos", acrescentou.

Leia mais em:

 » Galeria de Fotos
 


Fonte: www.g1.globo.com  

 » Notícias Relacionadas

  21-08-2017 Rio que representa 40% do total do abastecimento da Grande BH tem nível abaixo do recomendado.
  08-08-2017 Moradores do Sudoeste reclamam de falha na volta do abastecimento de água.
  01-08-2017 Vereador reivindica poços artesianos para assentamentos rurais.
  01-08-2017 Deputado Antonio Henrique Júnior acompanha perfuração de poços da Cerb em Riachão das Neves.
  01-08-2017 DAE/VG alerta para dificuldades no abastecimento de água e recomenda economia.
  27-07-2017 Semarh e prefeitura se reúnem para tratar sobre crise hídrica.

 

Parceiros


Publicidade