Notícias   



Alunos do Senai de Corumbá desenvolvem espessador para indústria da mineração

Aumentar o texto: A- | A+
Espessador é um equipamento utilizado na separação de sólidos e líquidos, que atende as necessidades das indústrias de mineração em Corumbá

Como parte da conclusão do curso técnico em mineração do Senai de Corumbá, os alunos desenvolveram um espessador - equipamento utilizado na separação de sólidos e líquidos - para atender as necessidades das indústrias de mineração do município. Ao todo, 15 alunos participaram da elaboração do projeto, que tem como maior vantagem, além da separação de sólidos e líquidos, a questão econômica, tendo em vista que sua manutenção é de baixo custo.

Segundo a coordenadora pedagógica do Senai de Corumbá, Andrea Eliza Porfiro, as apresentações dos grupos foram realizadas no auditório da unidade. “Quando os alunos foram apresentar o espessador, fomos convidados a nos dirigir ao Laboratório de Mineração, onde foi possível ver o projeto funcionando, enquanto os alunos explicavam como ele tinha sido desenvolvido”, contou.

Ainda conforme Andrea Porfiro, o que mais chamou atenção foi o fato de os alunos terem trabalhado em equipe para a elaboração do equipamento, que, no âmbito da tecnologia mineral, é utilizado para aumentar a concentração de sólidos de polpas até valores convenientes para operações subsequentes, como bombeamento, filtragem ou condicionamento com reagentes de flotação.

“Todos conheciam e participaram de todo o processo de desenvolvimento do espaçador. Era uma engrenagem que estava em perfeita harmonia, coisa que não tínhamos observado em nenhum outro grupo”, comentou a coordenadora pedagógica do Senai de Corumbá, acrescentando que outro destaque do trabalho foi o tema da sustentabilidade porque as leis de proteção ambiental limitam as condições para o lançamento de efluentes industriais no meio ambiente e o espessador minimiza esse problema.

De acordo com o aluno Joílson de Arruda Pinheiro, todos os alunos do curso de técnico em mineração do Senai de Corumbá já trabalhavam na área, mas ainda assim foi desafiador desenvolver o projeto. “Contamos com a ajuda dos mecânicos industriais aqui do Senai para colocar o espessador em funcionamento e foi um grande desafio. Apresentamos a parte teórica com todas as etapas da mineração, desde a pesquisa até a barragem, e finalizamos com a construção do espessador”, detalhou.

Ele ainda acrescenta que o projeto trouxe ainda mais conhecimento para aperfeiçoar a atuação na empresa onde trabalha. “Eu trabalho há oito anos com mineração, mas meu conhecimento era muito superficial e tinha noção apenas dos termos mais vulgares dos minérios. Agora já sei os termos técnicos e o que é cada minério. Além disso, trabalhar em equipe me trouxe um crescimento profissional que não teria de outra forma”, destacou.

Já para o aluno Elvis de Souza Silva o projeto serviu para coroar os dois anos do curso técnico em mineração no Senai de Corumbá. “Participar desse projeto foi um presente, pois tivemos a oportunidade de compartilhar experiências, com o intuito de buscar soluções para a demanda de água no processo de beneficiamento mineral, além de colocar em prática tudo o que aprendemos nos últimos dois anos”, salientou.

Leia mais em:

 » Galeria de Fotos
 


Fonte: www.acritica.net  

 » Notícias Relacionadas

  16-10-2017 Mesmo com poços artesianos, parte da população de São Mateus continua recebendo água salgada.
  16-10-2017 Após 15 dias suspenso, rodízio no abastecimento de água volta a ser adotado em Formiga.
  10-10-2017 SDR firma parceria com DNOCS, Iaepi e Agespisa para perfurar poços.
  06-10-2017 Audiência discute propostas para a mineração brasileira.
  28-09-2017 Crise hídrica não acaba com o início das chuvas, diz Adasa.
  15-09-2017 Água mineral que tem 100% do lucro revertido para projetos sociais chega à MT; arrecadação passa de R$ 600 mil.

 

Parceiros


Publicidade