Notícias   



Mitos e verdades sobre a gestão da água no Brasil

Aumentar o texto: A- | A+
Especialistas revelam algumas confusões associadas ao manejo dos recursos hídricos no País e ressaltam a realidade do Estado de São Paulo desde a última crise hídrica

Reconhecido como um oásis comparado ao resto do mundo, o Brasil enfrentou nos últimos anos graves crises hídricas e há, segundo os especialistas ouvidos pelo Estado, indícios de novos problemas envolvendo o abastecimento de água para os próximos anos caso não haja uma cultura de prevenção, impulsionada por políticas públicas e divulgação da importância da economia de água.

No Estado de São Paulo, de 2014 a 2016, aconteceu o maior exemplo de pane na gestão dos recursos hídricos e, mesmo com a situação contornada pelo conjunto de fatores envolvendo racionamento do consumo, obras de remediação e a volta das chuvas, ainda há dificuldades de levar a água à população no longo prazo. Veja abaixo alguns mitos e verdades sobre a água no Brasil e a principal crise hídrica no Estado mais rico do País.

Há abundância de água no Brasil, portanto todos têm acesso
Mito. De fato, o Brasil detém a maior reserva de água doce superficial do planeta. São 12% da parcela mundial, garantidos pelas imensas bacias hidrográficas formadas pelos rios e seus afluentes. Mas a distribuição desse recurso é desigual no território brasileiro. Só a Bacia do Amazonas retém 68% de toda a água de superfície do País, justamente em uma região onde vivem apenas cerca de 7% da população total. Por outro lado, as populosas regiões Sudeste e Nordeste têm, juntas, apenas 10% de disponibilidade do líquido.

Leia mais em:

 » Galeria de Fotos
 


Fonte: sustentabilidade.estadao.com.br  

 » Notícias Relacionadas

  28-11-2017 Estudo liga monocultura de eucalipto à falta d'água no semiárido em Minas.
  28-11-2017 Governo do Estado ampliará rede de abastecimento de água em Pedro II.
  07-11-2017 Moradores fecham trecho da BR-020 no Ceará após distrito ficar sem abastecimento de água.
  07-11-2017 Avanços na ciência e tecnologia diminuíram os custos do pré-sal brasileiro e aumentaram a competitividade, afirma especialista.
  01-11-2017 Crise hídrica em Pedro II foi tema de audiência no MP-PI.
  26-10-2017 Copasa emite alerta em relação a abastecimento de água em Paracatu.

 

Parceiros


Publicidade