Notícias   



'Água não vai ser problema nesse verão em SC', diz presidente da Casan

Aumentar o texto: A- | A+
Segundo Valter Gallina, nova adutora na Grande Florianópolis deve dar segurança ao abastecimento na região.

Companhia Catarinense de Águas e Saneamento (Casan) diz que não deve faltar água na próxima temporada de verão no Litoral catarinense. “Temos a convicção que o planejamento foi muito bem feito e que água não vai ser problema nesse verão. No quesito água, nós vamos dar tranquilidade para que tenha de qualidade e em abundância”, afirmou Valter Gallina, presidente da companhia em entrevista ao Jornal do Almoço.
“Estamos investindo pesado, R$ 44 milhões. Investimos em todos os municípios do litoral catarinense. Há 32 meses que não falta água, isso é histórico na Casan. Estamos fazendo uma grande obra nesse exato momento, uma adutora com um 1,20 metro de diâmetro trazendo água lá de Forquilhinha até próximo da ponte (em Florianópolis) para dar segurança no abastecimento da água. Vai dar uma segurança enorme”, disse o presidente.
Segundo ele, essa nova adutora, que é a maior tubulação de água tratada da Casan em Santa Catarina, deve garantir o abastecimento de qualidade na Grande Florianópolis.
“Estamos muito seguros, essa adutora vai melhorar significativamente o abastecimento de água da cidade de Biguaçu, de São José e também vai nos dar condições para aquela adutora de 300 milímetros que sai do Itacorubi até Canasvieiras, que praticamente nunca foi usada, a não ser no verão passado alguns dias. Vamos poder usar todos os dias nesse verão graças a essa obra”, diz.
No entanto, o presidente não descarta que possa haver problemas. “Vai acontecer os problemas pontuais, rompimento de rede, já ocorrem hoje, acontecem no inverno e vai acontecer também quando o sistema estiver em pleno funcionamento”, diz Gallina.
Central de atendimento da Casan
Caso a população tenha algum problema com o abastecimento, pode ligar na central de atendimento. Conforme o presidente, as equipes foram reforçadas. Ao todo, são mais 12 equipes no Sul da capital e outras 12 no Norte da Ilha para atender as ocorrências.

Ele não detalhou, no entanto, quantas são as pessoas que integram essas novas equipes, além da central de atendimento no telefone 0800 643 0195.

Leia mais em:
Fonte: www.g1.globo.com  

 » Notícias Relacionadas

  21-09-2018 Estado realiza perfuração de poços em diversas regiões.
  21-09-2018 Militares brasileiros fazem perfuração de poços de água na Guiana.
  21-09-2018 Abastecimento de água em cidades de AL na seca deve custar R$ 2,3 milhões por mês.
  21-09-2018 Compesa paralisa abastecimento de água em Caruaru, Agrestina e Cachoeirinha.
  18-09-2018 Após um mês sem água, MPF pede que aldeias recebam água em caminhões-pipa.
  18-09-2018 Um ano após crise hídrica, Viçosa e Ubá não têm previsão de racionamento de água em 2018.

 

Parceiros


Publicidade