Notícias   



Sistema Cantareira opera com 48,6% de sua capacidade de abastecimento de água

Aumentar o texto: A- | A+
Capacidade diminuiu 0,2% de segunda-feira (14) para esta terça-feira (15). Confira os outros índices.

O Sistema Cantareira opera com 48,6% de sua capacidade nesta terça-feira (15), segundo dados da Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp). O sistema registrou queda de 0,2% de segunda-feira, quando registrava 48,8%.

O Cantareira abastece cidades do estado. Até o momento foram registrados 78,6 mm de chuva em maio. Nas últimas 24 horas, houve registro de 0,1 mm de chuva sobre o sistema.

Ao todo, seis sistemas fornecem água para as cidades paulistas.

Veja os índices nos sistemas que abastecem os municípios paulistas:
Cantareira: 48,6% da capacidade
Alto Tietê: 61,3% da capacidade
Guarapiranga: 84,3% da capacidade
Alto Cotia: 83,6% da capacidade
Rio Grande: 84,2% da capacidade
Rio Claro: 98,1% da capacidade
Índices
Após uma ação do Ministério Público Estadual (MPE), aceita pela Justiça, a Sabesp passou a divulgar outros dois índices do Cantareira.

O Cantareira chegou a atender 9 milhões de pessoas só na região metropolitana de São Paulo, mas atualmente abastece 7,4 milhões após a crise hídrica que atingiu o estado em 2014 e 2015. Os sistemas Guarapiranga e o Alto Tietê absorveram parte dos clientes para aliviar a sobrecarga do Cantareira durante o período de estiagem.

Sem chuvas significativas
A manhã desta terça-feira começou com temperatura amena e nuvens na cidade de São Paulo. De acordo com o Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE), no decorrer do dia, o sol aparece entre nuvens. Entre o meio e o fim da tarde, há possibilidade de chuvas rápidas e isoladas, mas sem expectativas de chuvas significativas. A temperatura máxima deve registrar 27°C .

Leia mais em:

 » Galeria de Fotos
 


Fonte: www.g1.globo.com  

 » Notícias Relacionadas

  21-09-2018 Estado realiza perfuração de poços em diversas regiões.
  21-09-2018 Militares brasileiros fazem perfuração de poços de água na Guiana.
  21-09-2018 Abastecimento de água em cidades de AL na seca deve custar R$ 2,3 milhões por mês.
  21-09-2018 Compesa paralisa abastecimento de água em Caruaru, Agrestina e Cachoeirinha.
  18-09-2018 Após um mês sem água, MPF pede que aldeias recebam água em caminhões-pipa.
  18-09-2018 Um ano após crise hídrica, Viçosa e Ubá não têm previsão de racionamento de água em 2018.

 

Parceiros


Publicidade